Garantias Locatícias: Conheça as modalidades

garantias locatícias

Garantias Locatícias – Para se tornar um bom corretor, o profissional precisa mais do que ter uma boa performance de vendas ou uma oratória que convença, precisa entender também sobre a parte burocrática, como é o caso das garantias locatícias.

Elas são algumas das maneiras de manter um bom relacionamento entre inquilino e proprietário, sem que nenhum tipo de problema possa comprometer também quem realizou a mediação entre eles.

Entre outras palavras, as garantias locatícias facilitam a vida de todos os envolvidos, além de diminuir a chances de problemas para o corretor resolver posteriormente.

Para compreender melhor sobre elas, e como elas funcionam na prática, continue com a leitura do artigo até o final!

O que são as garantias locatícias?

Para compreendermos melhor as modalidades das garantias locatícias, precisaremos entender um pouco sobre o que são essas garantias.

E a explicação é muito simples.

Garantias locatícias são aquelas garantias oferecidas pelo inquilino ao proprietário, e que garantem que o aluguel será pago ainda que haja problemas.

Ou seja, elas garantem que o proprietário do imóvel não ficará sem receber o seu dinheiro, caso o locatário deixe de cumprir com suas obrigações.

Essas garantias têm apoio da Lei do Inquilinato, e são de extrema importância para que o contrato seja um negócio lucrativo para ambas as partes.

Sem elas, o dono do imóvel não terá garantia alguma de que receberá os valores dos alugueis, então é uma medida preventiva para problemas futuros.

Elas apresentam algumas modalidades, que ficarão a critério do proprietário, em concordância com o corretor, que irá oferecer as melhores explicações sobre as vantagens e desvantagens de cada uma das modalidades.

Modalidades das garantias locatícias

Agora, que você já entende melhor sobre o que são as garantias locatícias, mas ainda tem dúvidas sobre como elas funcionam na prática, observe cada uma das modalidades abaixo e compreenda melhor o assunto:

Fiador

A utilização de fiador como garantia locatícia é uma das práticas mais antigas de garantia, se não for a mais antiga entre todas elas.

Ainda que existam outras maneiras de garantir o cumprimento do dever de aluguel do locatário, muitos proprietários ainda preferem utilizar o fiador como uma forma de sentirem segurança ao alugarem seus imóveis.

Uma das vantagens dessa garantia é que a responsabilidade da dívida será de uma terceira pessoa, caso o locatário não possa arcar com as despesas.

Dessa forma, o proprietário se sentirá mais seguro, sabendo que estará respaldado, ainda que a outra parte não cumpra seu papel.

O grande problema de utilizar fiador como garantia, é a dificuldade de encontrar pessoas que estejam dispostas a se responsabilizarem pelas dívidas de outro indivíduo, por mais próximo que seja.

Outro problema enfrentado nessa modalidade, é que o fiador, que ofereceu seu próprio imóvel como garantia, pode desejar vender esse imóvel, deixando o proprietário sem nenhuma certeza de que irá receber, pois já não estará recebendo do próprio locatário.

É possível evitar que isso aconteça, ao fixar no contrato que o fiador se torna caucionante, incluindo também uma cláusula com autorização expressa para que o Registro de Imóveis possa averbar qualquer tipo de negociação ou de alterações na matrícula caucionada.

Caução

A modalidade caução também muito utilizada como uma das garantias locatícias.

Ela funciona da seguinte forma: a pessoa interessada em alugar o imóvel irá realizar um depósito em caderneta de poupança, direcionada exclusivamente para esse fim de locação, com um valor pré estipulado.

Esse valor irá garantir que a pessoa irá se mudar, e arcar com seus compromissos financeiros.

A quantia, de acordo com a legislação brasileira, não poderá ser maior do que a soma dos valores dos aluguéis somados em três meses, mas poderá ser pedido um acréscimo caso haja aumento do valor do aluguel nesse período.

Ao final do contrato, caso não haja nenhum tipo de problema durante o período de locação, esse valor deverá ser ressarcido integralmente ao locatário.

Caução em título de capitalização

Essa, não é uma opção tão utilizada, quanto as outras duas anteriores, mas tem conquistado espaço ultimamente no mercado imobiliário.

O caução em título de capitalização, nada mais é, do que um caução como garantia locatícia através de um título de capitalização, específico e que poderá trazer mais segurança para o cumprimento do contrato.

Caso essa seja a opção escolhida, o inquilino deverá procurar uma empresa que tenha uma boa imagem no mercado e credibilidade na emissão de títulos de capitalização, e realizar a aquisição.

Os valores deverão ser acordados entre o proprietário e o inquilino.

Algumas das maiores vantagens que o caução em título de capitalização oferece, é que não há necessidade de envolver outras pessoas, além das partes necessárias, e nem há necessidade de comprovação de renda.

Normalmente, há uma renovação automática a cada ano, e ao final do contrato é possível resgatar esse valor também.

Seguro fiança

O seguro fiança é uma das opções de garantias locatícias que oferecem a possibilidade de locação sem fiador.

Nesse caso, o locatário pagará um valor mensal, estipulado por uma seguradora, que em caso de inadimplência da parte dele, ela irá cobrir a dívida.

Essa é uma opção mais simples para o proprietário, pois ele irá receber imediatamente o valor do aluguel, sem a necessidade de ajuizar uma ação judicial e nem de enfrentar todas as dores de cabeça que isso implica.

Para o inquilino, talvez a opção não seja boa, pois será uma dívida a mais, e em caso de problemas financeiros, não poderá arcar mensalmente.

Além disso, ele não terá acesso a esse dinheiro ao final do contrato, diferente das outras opções de garantias.

Cartão de crédito

A opção de garantia com cartão de crédito, também está ganhando lugar no mercado imobiliário, embora ainda seja pouco utilizada.

Com ela, é possível realizar uma avaliação digital no próprio site da imobiliária rapidamente, que reduz consideravelmente a quantidade de burocracia e tempo de espera.

Saiba como utilizar as garantias locatícias de maneira correta, e ofereça aos seus clientes o melhor que as transações imobiliárias podem oferecer.

Elas irão garantir a tranquilidade do seu cliente, do inquilino e menores chances de dores de cabeça após o encerramento do contrato.

 

Tem dúvidas sobre as comissões de corretagem? Clique aqui e tire suas dúvidas.

  • Share:

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href=""> <abbr> <acronym> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Entre em contato conosco