Como evitar fraudes na compra de imóveis

Comprar um imóvel para muitas pessoas é a realização de um sonho. Todos os dias aparecem anúncios que auxiliam na realização deste objetivo, principalmente pela internet. É hora de saber como evitar fraudes na compra de imóveis.

Sempre há aqueles classificados que chamam bastante atenção. Muitas vezes pelas belas imagens, mas principalmente pelo preço extremamente atraente. E nestas horas é o momento ideal em tomar cuidado, pois pode ser uma fraude. 

Muitas vezes o golpe vem disfarçado com um preço barato demais de um imóvel, onde no entorno da região as outras propriedades custam o dobro do preço. 

Ou ao realizar uma visita, há uma pressa gigantesca por parte do corretor para que seja pago o famoso “sinal”, e isso sem a assinatura de um contrato, porém, há uma solução. 

Neste artigo, conheça os tipos de fraudes, e acima de tudo, descubra como evitar estas fraudes.

Tipos de fraudes Como evitar fraudes na compra de imóveis

Conheça, agora, os tipos de golpe mais frequentes no mercado.

Falso vendedor

Neste golpe, o “corretor” faz uma cópia das chaves de uma imobiliária. Após isso, o falso vendedor leva as potenciais vítimas até o imóvel para uma visita, e geralmente o preço anunciado é muito abaixo do mercado.

Ao fim da venda, é solicitado um sinal para que possa “segurar” a propriedade. E a partir disso, o “corretor” some com o dinheiro.

Documentação falsa

Este envolve os cartórios também. Nesta fraude, o vendedor do imóvel obtém a cópia da escritura do imóvel. Além disso os documentos de identidade e CPF são falsificados. Então, no dia da assinatura da escritura, o falso vendedor se apresenta como dono do imóvel.

O resultado é desastroso: afinal, o dono verdadeiro do imóvel pode recuperar o imóvel, o comprador fica no prejuízo e o golpista com dinheiro na conta.

Sem consentimento do cônjuge

Sabia que um imóvel não pode ser vendido sem a aprovação do casal? Isso ocorre até mesmo quando há o regime de separação total de bens. 

O esposo ou a esposa não pode vender o imóvel sem o consentimento do parceiro. Caso isso aconteça, a venda pode ser anulada a qualquer momento.

Localização errada ou inexistente

Este caso é mais específico para a venda de lotes. O golpista negocia um lote que não existe ou tem a localização diferente da que consta no registro de imóveis.

Geralmente nestes casos, a única solução é resolver no campo judiciário.

Saiba como evitar as fraudes

Agora que sabe quais são os tipos de fraudes, vem a parte mais importante. Serão descritas dicas bastante simples para não cair nestes tipos de golpes. É válido lembrar que é importante denunciar, caso isso infelizmente ocorra.

Pesquisar sobre a imobiliária e/ou o corretor

Este é um passo fundamental para não cair em uma fraude: checar as informações como o registro do CRECI e o histórico da imobiliária.

Cheque as avaliações da empresa, principalmente em sites como o Reclame Aqui, pois atitudes como essa podem livrar você de uma roubada.

Desconfiar de preços baixos demais pode evitar fraudes na compra de imóveis

Um dos golpes mais aplicados geralmente é sobre o preço. Se em uma região, o preço é x, é importante prestar atenção se a oferta for y. 

Em áreas mais nobres, a desconfiança deve ser ainda maior. Vale ressaltar que os preços de imóveis são tabelados no ramo imobiliário e um desconto muito grande é completamente passível de desconfiança.

Checar a veracidade dos anúncios

Ao visualizar um anúncio, é importante checar se é verdadeiro. Mas como funciona? Jogar o endereço que o anunciante declarou nas páginas de pesquisa é uma boa saída. 

Além disso, pegar as imagens e realizar uma busca. Se caso estas fotos estão em outros anúncios, é hora de ficar alerta. Mais um conselho: sempre realize a busca por imóveis em sites confiáveis.

Nos casos acima, as dicas são válidas para a internet. Agora confira os conselhos para eventuais encontros presenciais.

Obtenha auxílio jurídico para evitar fraudes na compra de imóveis

Apesar de ser um gasto a mais, ter o auxílio de um advogado especialista no tema pode salvar na hora de sofrer um golpe. 

Por meio da ajuda jurídica, é muito mais fácil detectar problemas nas documentações, e, o melhor, é seguro e rápido.

Não ceder à pressão

É importante desconfiar quando o falso corretor comece a pressionar para a assinatura de documentos ou até mesmo recebimento do sinal. 

Esta situação é bem fácil de ser detectada: dizer que em um determinado período do dia, o imóvel já estará vendido e para isso o sinal deve ser depositado rapidamente. 

A melhor saída, neste caso é, novamente, pesquisar sobre a imobiliária, entrar em contato e conseguir a informação se o corretor realmente trabalha para aquela empresa.

Atenção ao contrato

Aqui é o clássico caso de não prestar a devida atenção ao item mais importante da venda de um imóvel: a assinatura do contrato. 

Muito relacionado ao tópico acima, é essencial ler cada linha e, obviamente, checar também toda a documentação da casa. Novamente, o auxílio jurídico é fundamental neste momento.

Visita ao imóvel

Esta dica é para não cair na fraude de documentos. É muito importante que o imóvel seja visitado. 

Se puder, realize a visita em dias e horários diferentes, assim é mais fácil de notar se há alguma diferença ou algo fora do normal. 

Além disso é importante saber se há restrição sobre o imóvel, é sempre importante checar toda a documentação e saber se está tudo nos conformes.

A fraude ocorreu e agora?

Bom, se caso essas dicas não foram colocadas em prática, esta é uma parte especialmente complicada, mas há uma luz no fim do túnel. 

A primeira atitude a ser tomada é procurar um advogado, especialmente se ele for da área. Assim as providências e reparação serão realizadas mais rapidamente.

Outra atitude muito importante é evitar que este erro aconteça com outras pessoas. Caso tenha o telefone ou e-mail do golpista, a denúncia pode ser feita rapidamente. 

Conclusão

Neste artigo, foram explicados os tipos de fraude e como evita-los. Saiba que independente do caso, é fundamental ter a ajuda de alguém da área jurídica. 

Assim, as dúvidas sobre documentação ou qualquer sinal de desconfiança serão sanadas rapidamente.

Ficou com alguma dúvida? Tem mais alguma dica? Escreva nos comentários.

Leia também:

Vale a pena investir em renda de alugueis?

Quem é o Locador e Locatário

Como abrir uma imobiliária digital

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href=""> <abbr> <acronym> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Entre em contato conosco