Avaliação de imóveis: como fazer?

Atualmente, é cada dia maior a procura por avaliação de imóveis. Além do interesse em vender o imóvel, tem também outros motivos. Por exemplo, separação de bens, contestar o valor do IPTU, ações judiciais e reajuste de aluguel. 

O objetivo desta avaliação é definir o preço do imóvel a partir de critérios técnicos, visto que diversos fatores influenciam na formação desse valor. Além disso, é preciso analisar o preço em relação às faixas de mercado.

Entenda com esse artigo em que consiste essa forma de avaliação e seus principais critérios. Além disso, quem está capacitado para fazer essa avaliação. 

O que é a avaliação de imóveis? 

De uma maneira simples, a avaliação de imóveis é um estudo para definir o valor de um imóvel. Com toda a certeza, para que a avaliação seja bem feita deve contar com os seguintes itens:

  • Conhecimento técnico para avaliar os bens;
  • Embasado em normas específicas;
  • Desenvolvido por processos detalhados.

Com efeito, a qualidade da avaliação de um bem aumenta as chances de fechar um bom negócio para ambas as partes. Assim, os motivos para pedir a avaliação de um imóvel são os seguintes, além da venda do bem:

  • Divisão de bens em casos de separação ou herança;
  • Financiamento de imóveis;
  • Para fins fiscais, como contestar o valor do IPTU;
  • Fazer fusões e incorporações de empresas, incluindo o imóvel;
  • Indenizar em casos de expropriação;
  • Fazer o inventário para ações de falência;
  • Reajuste de aluguel. 

Quem pode fazer avaliação de imóveis? 

A avaliação de imóveis é um estudo que requer formação em engenharia, direito, arquitetura ou corretor de imóveis. Aliás, o corretor de imóveis é o mais indicado para esse fim, por alguns motivos, tais como:

  • Conhece o setor de atuação e todos os documentos;
  • Entende as condições econômicas que afetam o mercado de imóveis;
  • Age segundo os processos contábeis do setor;
  • Domina a legislação do mercado de imóveis.

Além disso, para emitir o Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica (PTAM) é preciso cumprir as exigências legais. Nesse sentido, é preciso ter registro no Conselho Federal de sua categoria.

No caso do corretor de imóveis, necessita do certificado de Avaliador Imobiliário, inscrito no Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários (CNAI). Sendo que a avaliação pode ser feita de duas formas, sendo: 

O parecer verbal, é quando o corretor passa para o interessado a sugestão de valor verbalmente. Conforme a tabela dos Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis (CRECI), este serviço deve ser cobrado na base de uma anuidade da entidade.

Já o parecer técnico ou Avaliação de Mercado, é um documento escrito, assinado, datado e minucioso do imóvel. Conforme a tabela do CRECI, este serviço deve ser cobrado com um percentual em torno de 1% do valor do imóvel. De fato, é mais adequado para os processos jurídicos.

Como fazer uma avaliação de imóveis? 

A avaliação de imóveis é uma sugestão de um preço justo, em sintonia com o valor de mercado. Por isso, são considerados os seguintes critérios para fazer essa avaliação:

1.º — Localização 

Para avaliação do local deve ser avaliada a rua, bairro e cidade em que o imóvel está situado. Bem como as vias de acesso, transporte, comércio próximo e segurança. Estes fatores afetam de forma direta o valor de mercado do imóvel.

2.º — Acabamento 

O imóvel é muito valorizado em função da qualidade dos materiais usados no acabamento e pelo padrão construtivo. Por isso, é preciso avaliar quais são os materiais usados e a sua qualidade.

3.º — Estado de conservação 

Este ponto é muito importante, pois uma fachada externa bem cuidada e com boa aparência é motivo de atribuir maior valor ao bem. Ainda mais se o imóvel é uma construção mais antiga. 

4.º — Documentação

É importante manter os documentos corretos e atualizados, visto que isso é um ponto positivo para a avaliação de um imóvel no mercado, pois facilita todo o processo. 

5.º — Parte elétrica e hidráulica 

Estes dois aspectos exigem uma avaliação minuciosa, com testes para verificar as suas boas condições de uso. Além disso, é necessário conferir canos, ralos, torneiras, tomadas e chuveiros. 

6.º — Atividades básicas 

São situações que diferenciam o valor de venda do imóvel. Por exemplo, se for o caso de retomada do imóvel, em geral, está ocupado ou deteriorado, além de possuir dívidas.

Como se tornar perito em avaliação de imóveis? 

Para o corretor, ser um perito nessa forma de avaliação, deve atender a algumas exigências, tais como:

  • Curso Técnico em Transações Imobiliárias (TTI);
  • Registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI)
  • Curso de Avaliação de Imóveis; 
  • Registro no Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários (CNAI). 

É um grande diferencial quando o corretor está preparado para fazer a avaliação de imóveis. Visto que oferece maior segurança para os envolvidos sobre o preço indicado. Além disso, aumenta as chances de fechar o negócio por ter algo mais a oferecer.

Como a tecnologia facilita a vistoria do imóvel em avaliação

Atualmente, não é mais suficiente fazer todo o trabalho de vistoria de um imóvel com caneta e prancheta. Pois, é necessário ter acesso às informações das últimas vistorias de forma rápida e prática. Ainda mais quando se trata da avaliação de imóveis, que busca dados mais assertivos.   

Tanto as empresas quanto os corretores de imóveis já entenderam isso e estão cada vez mais apostando na transformação digital. Sem dúvida, no mercado existem aplicativos para fazer a vistoria com eficiência, em um menor tempo e com mais detalhes.

Estes aplicativos permitem criar um modelo de vistoria, atendendo a demanda e padrão da sua empresa. Com toda a certeza, é um grande diferencial a vistoria ser feita sem o uso de internet e com economia de tempo do vistoriador.

Após a vistoria, é fácil fazer a integração dos dados com o sistema de gestão da empresa. Sendo que o sistema cria os laudos das vistorias de forma automática, basta imprimir quando for necessário.

De fato, são soluções inteligentes e inovadoras que tornam os processos mais ágeis e confiáveis.  

Para saber mais a respeito do aplicativo para vistoria de imóveis, acesse o link.

 

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href=""> <abbr> <acronym> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Entre em contato conosco